Mateus Sá /

 

Fotógrafo/artista visual. Também trabalha como professor do bacharelado em
fotografia e Produtor Cultural. É Co-fundador do FotoLibras (fotografia
participativa com jovens surdos) e da ONG GEMA.
Suas pesquisas artísticas transitam principalmente pelo universo da memória
e pelas relações desarmônicas e harmônicas do ser humano com o meio
ambiente.
Tem cinco exposições individuais, além de participações em várias
exposições coletivas, no Brasil e no exterior. Com destaque para a
participação em 2018 na série de projeções do Encuentros Abiertos Festival
de la luz.
Integra a coleção “Diário Contemporâneo de Fotografia”, em Belém-PA, com
o trabalho Reflexões II. Publicou os livros “Índios e Caboclos: Reencontros” –
2014, “A Cambinda Do Cumbe” – 2006 e “Luz do Litoral” – 2005. Coordenou
a “Semana de Fotografia do Recife, foi um dos coordenadores do “EFE –
Encontro de Fotografia e Educação” e atualmente é um dos coordenadores
do “Pequeno Encontro da Fotografia. Vem atuando no campo do audiovisual
na realização de documentários. Também é editor dos livros: “P14311” de
Diego Diniglio; “Morro de Fé” de Beto Figueiroa; “Como uma Pedra” de Isaias
Belo; “Olinda Memórias Fotográficas” da produtora O Norte e “Lagarta
Richelieu” de Lenice Queiroga.